13 de set de 2012

Palladinum por Marcelo Amaral

Palladinum: Pesadelo Perpétuo
Na cidade de Vale Prateado, os preparativos para a festa de 40 anos do Colégio São João unem os esforços de pais, alunos e professores. Juliana, editora do jornalzinho escolar Página Pirata, está cobrindo o evento junto com seus melhores amigos. Em meio às comemorações, uma aguardada exposição de artefatos arqueológicos coincide com o início de uma série de eventos inexplicáveis na escola: professores se tornam verdadeiros carrascos, e o pânico toma conta dos alunos quando até mesmo seus pais se voltam contra eles! A turma da Página Pirata precisa descobrir o que está havendo, e essa busca os levará a um lugar desconhecido: o mundo dos sonhos e pesadelos. É lá que os jovens entenderão que estão prestes a enfrentar uma batalha épica entre forças extremamente poderosas! Estarão eles prontos para as descobertas que terão pela frente?

Autor: Marcelo Amaral
Editora: Llyr Editorial
ISBN: 9788564298422
Páginas: 469
Nota: 

Eu não sou de ter problemas com livros grandes. Nunca tive, se quer saber. Tempos atrás, inclusive, eu ia atrás daquele título que tivesse mais páginas, ora, era mais história para mim. Só que com o aumento significativo da pilha, hoje acabo deixando os maiores para depois. Palladinum, do carioca Marcelo Amaral, estava na minha estante desde maio, pedindo para ser lido, enquanto eu ignorava seu pequeno formato de tijolo. Me sinto culpada, confesso. Depois disso foram duas semanas em que eu li um capítulo, dois, lia um livro, voltava para outro capítulo, outro livro... Até que a história me prendeu. E acabou em quatro horas.

O livro é uma aventura fantástica infanto juvenil, conta a história de sete amigos - Juliana, Ana Sophia, Beto, Zeca, Léo, Viviane e Plínio - que tem a vida virada de ponta cabeça depois de uma exposição arqueológica na escola. Os professores ficam insuportáveis, os pais, estranhos, e todos os adultos a seu redor ficam irreconhecíveis. A partir daí, eles entram num outro mundo, cheio de seres novos e riscos. 

Repito: é um infanto juvenil, livro para o público de 12 ou 13 anos. É isso. Toda a história foi desenvolvida de modo que agrade quem tem essa idade, que vá se identificar com os personagens e não se importe muito com as criaturas um tanto desenho animado que fazem parte desse universo. Talvez o leve romance na história tenha forçado um pouco a barra, e foi desnecessário. Acabou tirando um pouco do foco da fantasia, da aventura - o verdadeiro propósito de Palladinum.

Se já achou demais os sete personagens, imagine então que cada um tem um apelido - começado com P, aliás. Eles estão no jornal da escola, Página Pirata, e vão parar em Palladinum: Pesadelo Perpétuo. Certo, depois tem uma "explicação" para isso, mas mesmo assim confunde bastante. Até você associar quem é quem, já foram muitas e muitas páginas. Pirei. 

Pastilha/Juliana e Paçoca/Plínio foram meus personagens favoritos, os mais espertos e divertidos - que realmente ligavam os pontos e rendiam bons momentos. Agora quem me incomodou bastante foi Ana Sophia/Princesa, uma patricinha metida, antipática, cheia de nhenhenhé, e que ganhou muito destaque no livro. Se no final ela se regenera, não rolou para mim. Não gostei dela antes, não gosto dela depois. Nem vou falar no Beto/Pimenta, então...

Embora tenha tudo isso, o livro vai rápido. Depois de enrolar muito, quando a história me prendeu, foi até o fim. A narrativa é fluida, tem algumas sacadas espertas e bem humoradas e funciona para fisgar o leitor. Como eu disse antes, não faço parte do público alvo e acho que só por isso não foi uma nota maior. Palladinum tem aventura, fantasia, alguns personagens legais e outros muito chatos, mas não deu muito certo para mim. Se for seu estilo, quem sabe...
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

11 comentários:

  1. Do jeitinho que eu queria.. com spoilers suficientes para que a gente se interesse pela história do livro.

    Mas enfim acho q não vou gostar muito não...=( Parabéns pela resenha, ficou ótima, enxuta e instigante!

    bjokas e até breve!
    http://sonhosliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Esse é um livro que quero ler MUITO. De cara eu iria ignorar a existencia dele, ate pq achei a capa bem feinha, aprece mt infantil, mas depois da sua resenha mudei de ideia! :)
    Procurei uma faixa de preço e ele ta bem carinho ne?! mas assim que tiver oportunidade irei ler ele --'
    bjim

    ResponderExcluir
  3. Hum tenho que dizer que eu não me interessou pelo livro faltou aquele "que" que faz a gente ficar louca pra ler a história .

    ResponderExcluir
  4. Nunca ouvi falar desse livro na minha vida '-'
    Li a sinopse e ela me chamou a atenção. Por mais que você tenha dado três estrelas e não achado tão bom, eu acho que leria hahah
    Beijos
    @Jenifferhaddad

    ResponderExcluir
  5. parece ser uma história muito boa, só que a sua descrição de "tamanho tijolo" do livro me assustou hahaha

    ResponderExcluir
  6. Não sabia da existência desse livro. Gostei bastante da história do livro, mas me lembrou muito aqueles livros da série Vaga-Lume, que eram vários! Quem sabe se surgir alguma oportunidade, talvez eu dê uma chance a ele!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. A resenha me trouxe à lembrança os livros da série Vagalume, guardadas as devidas proporções. Vi os comentários de outros leitores em outros blogs e concordo com a maioria sobre o peso da resenha na escolha do livro, uma vez que as editoras não fornecem jamais uma idéia concisa do que aguarda-nos.
    Achei o livro interessante, porém não é o tipo de literatura que me atraia. Claro, muitos irão se divertir com o livro.

    ResponderExcluir
  8. Eu me interessei pela historia.... não sei se vou conseguir ler..
    Assim que tiver a chance... eu tento....

    ResponderExcluir
  9. Achei que fosse ser bom, pela sinopse, mas eu fiquei um pouco com o pé atrás, com a sua resenha.

    Bem, espero ter a oportunidade de le-lo em breve!

    =*

    ResponderExcluir
  10. Não é meu genero preferido , não me encantei pela capa e apesar da resenha estar boa como sempre, não acho que eu vá ler.

    ResponderExcluir
  11. Primeira resenha que leio desse livro, já tinha ouvido falar dele, mas não tinha me ligado que o público alvo é infanto juvenil (Como o livro é enorme pensei que o foco fosse um público mais velho). Como não estou mais nessa fase duvido que o livro funcione 100% comigo... Achei esse negócio do P muito criativo, então se tiver uma chance vou ler, mas não é nada para entrar na lista de desejados. Ótimo Resenha.

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!