29 de jul de 2012

Vaclav & Lena por Haley Tanner

Vaclav & Lena
Vaclav e Lena parecem destinados um ao outro. Eles se encontram pela primeira vez aos 6 anos, numa aula de inglês para imigrantes em Brighton Beach, no Brooklyn. Vaclav é precoce e falante. Lena, com dificuldade no idioma, refugia-se na segurança de sua adoração por ele. Ele imagina a história dos dois se desenrolando como em um conto de fadas. No entanto, uma das muitas verdades a serem descobertas nessa extraordinária obra de estreia de Haley Tanner é que "felizes para sempre" nunca é um desfecho garantido. Um dia, Lena não vai à escola. Desaparece da vida de Vaclav e da família dele como num cruel truque de mágica. Durante os sete anos seguintes, Vaclav deseja boa-noite a Lena todos os dias, perguntando-se se ela faz o mesmo onde quer que esteja. No dia do aniversário de 17 anos de Lena, ele finalmente descobre o que aconteceu. Haley Tanner tem a originalidade e a verve de uma contadora de histórias nata, e também a ousadia de imaginar um mundo em que o amor pode superar as circunstâncias mais difíceis. Em Vaclav & Lena, a autora dá vida a dois inesquecíveis jovens protagonistas que evocam a alegria, a perplexidade e a paixão de se ter uma profunda e duradoura ligação com outra pessoa.

Autora: Haley Tanner
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580572056
Páginas: 271
Nota: 

Já tive das mais diversas experiencias literárias, contando com alguns livros, esperando não gostar de outros, conhecendo raros detalhes de outro lá. Não vou dizer que eu não sabia nada sobre Vaclav & Lena, já que depois de solicitar o livro, acabei lendo uma resenha. Descobri que o livro não tinha nada a ver comigo, fiquei mais confusa ainda, comecei a leitura entrando numa sala escura e vazia. Quando a luz acendeu, OMG, que não apague mais!

Vaclav e Lena, Lena e Vaclav. Eles se conhecem desde os cinco anos, praticamente metade de suas vidas, e se tornaram inseparáveis, brincando juntos e ensaiando seu glorioso número de mágica. Vaclav será um aclamado mágico, e Lena, sua linda assistente. Só que na véspera de sua primeira apresentação, Lena some. São sete anos sem contato, sete anos de Vaclav sem Lena e Lena sem Vaclav.

Desde a primeira página, o livro prende com sua característica mais marcante: o entusiasmo infantil de Vaclav. O protagonista, no auge dos seus 10 anos, tem aquela animação genuína e inocente de um garoto que acredita em magia e em seus sonhos. O livro pode mudar de ritmo e seguir uma linha mais sombria, porém a doçura do personagem é constante: seja no Vaclav de 10 ou no de 17 anos. Você se apaixona pelo carisma dele, e consequentemente, se cativa por aquela história.

A família de ambos é de imigrante russos, refugiados no Brooklyn. Só que entra um detalhe decisivo: Lena não tem família, não conhece seu passado, e até boa parte do livro, só se sabe que ela mora com a Tia, irresponsável e descuidada. Isso faz da garota, quase um oposto de seu querido adorador, Vaclav. Lena é introvertida, tímida, mandona e retraída. Você acaba gostando dela por vê-la através dos olhos admirados de Vaclav. 

Mesmo sendo narrado em terceira pessoa, eu me envolvi tanto com o protagonista que via a história pela cabeça dele - com exceção dos momentos em que ele não está presente. Quando Vaclav aparecia, ele tomava conta da cena, seja qual fosse. Entretanto, Haley se preocupou tanto em compor personagens interessantes e bem formados, que não deu tanto cuidado com a narração. Depois de pesar todas as qualidades e defeitos dos protagonistas para que se completassem perfeitamente, a autora desceu mão na descrição e não viu que ultrapassou os limites. É. DESCRITIVO. DEMAIS. Parágrafos eternos com ações sem fim. Não existe um detalhe que fique implícito, tudo ~tudo~ passa pelo radar da escritora. Lena vai no metrô e vê tais e tais coisas, vira o rosto para esquerda, olha através da janela e vê isso e aquilo. Uma enxugada cairia muito bem.

Sem saber o que esperar, eu encontrei um livro tão doce e tão meigo quanto seu protagonista . Você acaba adorando Vaclav & Lena, acaba querendo mais doses daquela animação infantil e inocente. Vaclav é um sopro de ar fresco naquela atmosfera sombria que os refugiados russos vivem, e acaba sendo pra você. Eu me encantei, e garanto que você também se encantará. Recomendo.
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

8 comentários:

  1. Gosto de detalhes,mas nao em excesso!Apesar disso parece ser muito fofo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Parece mesmo ser bom, eu tô bem curiosa pra ler, pelo que você diz, é um livro fofo, meigo e eu acho que vou gostar.

    ResponderExcluir
  3. Não gostei da capa, mas até que a sinopse me agradou! Parece ser um livro fofo!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ahhhh eu quero esse livro!
    Desde que li a sinopse fiqei curiosa, desde então estou criando grandes expectativas em relação à história. Pela sua resenha, tenho certeza de que o livro tem tudo para me agradar: passado x presente, destino, amor "grandioso e único".
    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  5. Quando soube do lançamento desse livro fiquei super animada pra ler. Aí li uma resenha que me desanimou. A sua resenha me animou um pouquinho então quem sabe eu venha a ler e me encantar com os personagens.

    ResponderExcluir
  6. Vi esse livro e digo que não me chamou atenção. Não fui com a cara dele e nem sei porque, pois achei a sinopse bem legal, mas vontade de ler eu não tive =/

    ResponderExcluir
  7. Ahhhh eu quero esse livro!
    Desde que li a sinopse fiqei curiosa, desde então estou criando grandes expectativas em relação à história. Pela sua resenha, tenho certeza de que o livro tem tudo para me agradar: passado x presente, destino, amor "grandioso e único".

    ResponderExcluir
  8. Puxa! essa é a primeira resenha do livro que leio e nem desconfiava que era isso tudo. O clima parece meio tenso e tal, e a inocência dos 2 parece ser um refresco muito grande para tudo. Fiquei curiosa pra saber porque ela desapareceu assim tão de repente...
    Também não gosto de livros que descrevem demais, acaba me cansando e o legal dos livros é que podemos imaginar do jeito que quisermos dentro dos limites e com características demais isso acaba não acontecendo, pelo menos comigo.
    Amei!

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!