2 de mar de 2012

Querido John por Nicholas Sparks

Querido John

Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.

Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788563219022
Páginas: 277
Nota:

Antes que comece a me xingar pelas três estrelas que dei para o livro, me entenda. Não é novidade que eu não gostei do filme Querido John estrelado por Channing Tatum e Amanda Seyfried. Na época, achei que fosse pela proximidade que assisti Querido John e Cartas para Julieta - filmes com a mesma protagonista e falando sobre cartas. Revi algumas vezes, e mesmo assim não gostei. Dei chance ao livro, conhecido como ser muito melhor que o filme e a obra mais emocionante do Nicholas. E, posso falar? Minha opinião sobre Querido John não mudou.

John vive em uma base do Exército na Alemanha, e durante uma de suas licenças que volta para visitar seu pai, conhece Savannah. Ela é uma estudante doce, meiga, que logo desperta o interesse de John. De um relacionamento singular, nasce um grande amor. Porém, um oceano os separa. Seria possível esse amor sobreviver a tantas milhas de distância?

Querido John tem uma mensagem profunda, mas que não me tocou.

Causa? O casal principal. Eu não senti afeição por Savannah e John, nem como casal, nem como personagens. John tem um amadurecimento durante o livro extremamente sutil, e não fez suspirar. Ele tem um gênio forte, se envolve rápido demais e tem um passado complicado. Já Savannah é a ingenuidade em pessoa! Ela é bondosa demais em alguns momentos, e John a faz parecer um anjo. Depois quando ela comete alguns deslizes - bem óbvios e evitáveis, se me permite dizer -, fica difícil de aceitar que logo Savannah errou. As vezes é até difícil aceitar que ela seja humana.

Em compensação, o relacionamento de John e seu pai fez o livro valer os três (TRÊS!!) dias que passaram na cabeceira da minha cama. O pai de John, Bill, é um personagem secundário, não aparece muito, mas é cheio de peculiaridades marcantes. A relação dos dois não é das melhores, mas foram os únicos momentos em que realmente senti a garganta apertada.

O livro é cheio de clichês de Nicholas Sparks, os personagens tem as mesmas características dos outros livros, a história segue um rumo semelhante... Mesmo quem não tenha assistido o filme, não se surpreenderia. Nicholas não subiu ponto nenhum comigo, mas também não perdeu. Querido John é bonitinho, mas não pelo que deveria ser.
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

7 comentários:

  1. Jo, eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas eu assiti o filme e não gostei muito, foi chato sei lá!

    Não é como os outros filmes que são baseados nos livros do Nicholas!

    Como vc disse com relação ao Pai do John e ele deu pra assistir!

    xoxo!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Girlie! Estou ansiosa para ler Querido John! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Também não gosto de Querido John, ele é livro do Nicholas que eu menos gosto. Até o proprio Nicholas disse que esse é o livro dele que as pessoas menos gostam, eu tava assistindo um vídeo de uma blogueira que já foi numa sessão de autografo deles (provavelmente a que ele fez aqui) e ela pediu pra ele assinar Querido John e ele ficou tipo " você gosta mesmo desse livro? o final dele é tão triste" mais ou menos isso. E sim o final é triste, mas não é só por isso que a gente não gosta dele, a gente realmente não sente aquele amor entre Savannah e John, como a gente sente o amor entre o Allie e Noel ou Ronnie e Will, talvez seja porque eles mal se viam. Mas como todo livro do Sparks eu li em dois dias, provavelmente porque foi o the very first one que eu li dele, e a narrativa continua cativante (comecei a minha própria resenha here).

    Beijos
    Thaila

    ResponderExcluir
  4. Não sei se vou gostar de ler esse livro ! Eu vi o filme e não gostei nem um pouco que tristeza ! Eu assiti com as minhas amigas e posso dizer que me decpicionei com o filem porque eu realmente esperava mais so ouvia bons comentarios então pensem nossa o filme deve arrajar , mas na verdade o filme não era essas cocadas todas que todo mundo falava !
    Minha prima ja leu esse livro e disse pra mim que era maravilhoso e me uma colega minha tambem ja leu e disse a mesma coisa ! Mas eu comecei a ler o livro e o livro tambem me decpicionou !
    Acho que esse infelizmente eu não vou ler ese livro ! Gosto muito desse escritor mas tenho o meu limite , e cinceramente eu acho que vou comprar um llivro com final feliz pra ele pra ele, pórque acho que ele não sabe o que é um final feliz ! E eu adoro um final feliz ! Acho que muita genete não gosta desse livro como eu ! Mas gosto não se discute né?
    Beijos !
    Otima resenha como sempre !

    ResponderExcluir
  5. Querido John foi meu primeiro livro do Nicholas Sparks. Comprei porque achei a capa bonita, estava em promoção e estava (continua) entre os livros mais vendidos do site, saraiva.com .Foi por pura curiosidade que comprei porque nessa época eu não visitava nenhum blog e não tinha lido nenhuma resenha. Achei o começo um pouco fraco e senti raiva várias vezes pelo fato de John sempre acabar voltando para a base militar. Achei um pouco forçado esse amor entre ele e Savannah, que em apenas 2 semanas morriam de amores um pelo outro. Tá, até pode acontecer, mas... Como aconteceu a primeira vez deles também me incomodou. E é claro, o final, que Sparks adora. É comovente, te põe pra pensar no que você faria pra ver feliz a pessoa que você ama. Eu assisti o filme e sinceramente gostei muito mais do final do filme. Fazer o quê neh?! Pelo menos as adaptações fazem algumas melhorias.

    Beijinhos
    @karolyne_so

    ResponderExcluir
  6. Tenho que concordar com voce. Li o livro no ano passado e nao me senti satisfeita com toda a historia. Dias atras assiti ao filme e, sinceramente foi ate pior do que o livro. Pelo menos para mim. rs.

    bjs.

    http://booksandmuchmore.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Dei esse livro para uma moça que trabalho comigo no amigo secreto do escritório ha alguns anos. Ela adorou, assistiu o filme, o qual não gostou tanto e me indicou tanto o livro como o filme. Ainda não li nem assisti, por pura falta de tempo e por achar, só de ler a sinopse, que o livro não vai funcionar comigo... Após ler sua resenha tenho certeza. Personagens santinhas com erros evitáveis não funcionam comigo.

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!