3 de jan de 2012

Jogos Vorazes por Suzanne Collins

Jogos Vorazes - Jogos Vorazes #1


Katniss escuta os tiros de canhão enquanto raspa o sangue do garoto do distrito 9. Na abertura dos Jogos Vorazes, a organização não recolhe os corpos dos combatentes caídos e dá tiros de canhão até o final. Cada tiro, um morto. Onze tiros no primeiro dia. Treze jovens restaram, entre eles, Katniss. Para quem os tiros de canhão serão no dia seguinte?...
Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte!
Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?

Autora: Suzanne Collins
Editora: Rocco
ISBN: 9788579800245
Páginas: 397
Nota: 
Comprar

Eu comecei a sentir o peso de nunca ter lido Jogos Vorazes ainda em 2010, quando ainda não estava no seu apogeu e mal começavam a circular boatos sobre o filme. Só que com o preço sempre mais salgado e nunca com promoções decentes, fui deixando passar e passar... Foi só no final do ano, com toda a febre The Hunger Games que tomei vergonha e comprei. O último livro do ano - ainda dá tempo de colocar na lista dos melhores?

Jogos Vorazes se passa numa sociedade distópica: o país de Panem que é controlado pela Capital e tem seus doze Distritos, sendo o Distrito 1 o mais rico e assim por diante, até chegar no miserável Distrito 12, onde mora Katniss, uma caçadora 'ilegal'. Aos 12 anos, ela perdeu o pai numa explosão nas minas de carvão do lugar, principal fonte de lucros do distrito, e então assumiu as rédeas da família já que a mãe entrou em um estado de choque e a irmã era nova demais. Ao lado do melhor amigo, Gale, ela caça animais ilegalmente para conseguir alimentar a casa, principalmente Prim, sua irmã mais nova - quem ela mais ama no mundo. Quando Prim é selecionada para Tributo dos Jogos Vorazes, um reality show promovido pela Capital que reúne dois participantes de cada distrito em arena lutando até a morte, Katniss assume seu lugar e entra para os Jogos, onde é matar ou morrer. Literalmente.

No primeiro tempo, o livro me perturbou. A autora escreve maravilhosamente bem e todo o pesado clima do Distrito, a pobreza do lugar, a maldade da Capital, a imposição dos Jogos Vorazes e a lei que todos os jovens de 12 à 18 anos se inscrevam e quem for selecionado não pode se opor, só entrar no Reality e lutar até morrer... é tudo complicado, triste e mt mt mt cruel. E ai você para e pensa que isso não está tão distante de nós... Não? Mas porque programas como o "No Limite" da Globo fazem tanto sucesso baseados no sofrimento dos participantes? É um passo para logo eles precisarem matar ao vivo para sobreviver. E um grande exemplo de que as pessoas gostam disso é que a própria Katniss assistia os Jogos e gostava de todo o sangue - até que ela entrou lá e lutou para não ser o sangue dela que cativasse os telespectadores.

Porém, eu adorei Katniss. Achei ela uma protagonista incrível, esperta e durona. Ela cresceu rápido demais com a morte do pai e a apatia da mãe depois disso, passando fome e fazendo o máximo para levar nem que seja um pouco de comida para Prim. E nos Jogos Vorazes, a luta pela sobrevivência, a competição com outros Tributos que foram treinados a vida toda para estarem ali (pq, caso você seja o último participante vivo, você se torna uma lenda e leva uma vida confortável), e Katniss ainda está lá: lutando.

O outro tributo do Distrito 12 é um caso a parte. Peeta lindomaravilhoso é filho do padeiro do distrito e, diferente de Katniss, ele nunca sofreu tanta dificuldade - em compensação, ele apanha da mãe. Um romance em plena arena é bastante complicado e com altas doses de impossibilidade. Mesmo assim, você se apaixona pelo Peeta e o quer junto de Katniss. 

Suzanne Collins é maravilhosa em sua narrativa, tanto no inicio ao passar o clima de Panem, quanto depois, já durante os Jogos. Ela toca o leitor, o cativa e o frustra. E vai pensar que ela escrevia programa infantil pra Nickelodeon (mas não é Dora Aventureira!)?! Só senti alguns problemas na tradução. Alguns trocadilhos perderam o sentido. The Hunger Games é, em tradução literal, Jogos Famintos - e coisas como "fome de matar" não fizeram sentido em português, pelo menos não no contexto.

Amei Jogos Vorazes e encerrei as leituras de 2011 com chave de ouro. Em Chamas, segundo volume, tá me gritando da estante, mas só leio depois que comprar A Esperança. Enquanto isso, é sonhar com o Peeta e esperar com todas as forças que façam uma adaptação decente pro cinema. E, de qualquer modo, li antes de virar extremamente modinha, e já to brava do bando de fãs de Peeta que vão aparecer em março. Ainda to no direito?
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

9 comentários:

  1. AMEI demais a resenha! OMG! Você sentiu EXATAMENTE tudo que eu senti ao ler (eu até hj não consegui fazer a resenha apesar de ter lido há séculos)! Já li a série toda (comprei meu box em inglês no inicio do ano passado pq não gosto da tradução mas tb tenho os livros em português) e é DEFINITIVAMENTE minha série PREFERIDA!!
    Sou fã chata e viciada da série...e tb estou preocupada com a modinha que vai rolar em breve...
    Não vou continuar falando porque se eu começo a falar dela, não paro mais...
    Catching Fire é o meu preferido da série! Ah e prepare o lencinho pq Mockoinjay principalmente vai acabar com você...pelo menos eu acho pq eu me acabei com os 3 livros, rs.
    Se quiser falar mais da série com alguém, estou a disposição, rs. Adoroooo falar de algo que amo tanto! (@desapd)
    A Katniss é a melhor personagem que conheci! Adoro e o Peeta é mtooo amor <3333333

    Bjs,
    ---- Leituras&Fofuras ----
    http://www.leiturasefofuras.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Já li o trilogia toda de "Jogos Vorazes" e amei!! A Katniss é uma personagem muito corajosa (o que me agrada) e o Peet é um gato (suspiros). O meu livro preferido é o 1º mas outros também são muito bons! Super recomendo!!

    • http://malucosdaleitura.blogspot.com/
    ♡ xoxo

    ResponderExcluir
  3. Acho que o fato da Suzanne ter sido roteirista contribuiu muito pra Jogos Vorazes ser perfeito, ela sabe como manter a atenção do telespectador/leitor e ainda contribui na hora do roteiro, pois ela ajudou e muito a escrever ele.Ai já podemos ter uma ideia de que o filme será fiel ao livro (pelo menos espero).Ah Katniss é uma das melhores personagens ever, ela não é nenhuma Bella Swan sem graça e sem personalidade, ela sabe o que quer e lutar por isso ( ELA CHEGOU A QUASE MATAR O PEETA PRA FICAR COM A PRIM !! QUEM MATA O PEETA ? ) e o Peeta, ain eu adoro ele porque ele não é um cara comum, ele é sensível e sabe cozinhar.É isso que gosto nele, eu costumo dizer que a Katniss é o macho da relação e ele é a mulher.

    Eu tambem não li logo Em Chamas depois de ler JV, precisava acalmar meu S2 antes, mas logo depois que li Em Chamas, A Esperança ainda não tinha lançado, procurei em inglês , mas pouco tempo depois lançou em português.

    Ok, vou parar com o meu blah blah blah, Jogos Vorazes é perfeito. E o Peeta também.

    Beijos
    Thaila
    http://onlycrazygirl.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Nossa depois dessa descrição toda e comentários, fiquei curiosa para ler a trilogia. Parece ser interessante...

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  5. Nathália de A. S.7 de janeiro de 2012 16:32

    A Suzanne é um gênio! Rsrs.
    O livro foi realmente um dos melhores de 2011!
    Já li Em chamas, mas continuo achando JV o melhor... Ainda não tomei coragem pra ler A Esperança (mas só porque eu sei que é o ultimo... rsrs.)
    Mas só tenho elogios a fazer sobre JV. Muito diferente. E é único!
    E fiquei surpresa em saber que ela escrevia programas infantis.

    Adorei a resenha!

    Beijoo!

    @nathalia_asc

    ResponderExcluir
  6. Acho que sua resenha fez jus ao que eu pensava do título do livro a historia parece ser tão densa!! O livro tem tudo pra ser daqueles que te instigam a começar a ler e só parar em caso de vida ou morte... eu amo livros assim que te prendem a historia... Eu ainda estou impactada pelo livro 1 dia então ainda não tenho resistencia pra ler Jogos Vorazes ainda!! kkkk
    GFC Luh ANdrade RK

    ResponderExcluir
  7. já li em mil blogs a resenha de jogos vorazes e to louca pra ler! só não sei onde encontrar, já procurei por aqui e não achei ):

    ResponderExcluir
  8. Oi Girlie!
    Eu fiquei curiosa para comentar algo descente sobre esse livro em Essa Semana #14, mas quando vi que você mesma tinha feito uma resenha para o livro, achei melhor ter sua visão sobre a história (já que eu mesma não conhecia a história, como eu disse no outro comentário, a faculdade acaba me tomando muito tempo que antigamente eu gastaria lendo livros para minha total distração e alimento de sagacidade).
    Então, voltando a Jogos Vorazes... Eu adorei a história. Essa dicotomia vivida pela personagem principal, a Katniss, ela mesma ter gostado de ver sangue na TV e ter de sobreviver ao jogo, eu não li mas deve ser incrível.
    Ela proteger a irmã mais nova é o tipo de coisa que se espera dos mais fantásticos personagens. E romance é o que constrói até mesmo a mais política das histórias ficcionais.
    Eu acredito que esse livro pode ser interpretado e analisado sim ante a sociedade atual. Não apenas por programas como No limite, mas falo da vida real. Ainda que não saibamos, isso ocorre, não é um reality show, acontece mesmo. Já ouviu falar do chacina da candelária?
    A sociedade quer cada vez mais sangue e fechar-se em sua própria bolha, onde segurança parece ser grades, cadeados e vigias.
    Quanto às traduções, acostume-se. Eles sempre são um jeito de fazer alguma porcaria.
    Você vai achar ruim se eu ler o livro e virar fã do Peeta é? hahaha
    Beijo

    ps: agora eu entendi sua conversa imaginária "Katniss, mata! Mata! Mata!"

    ResponderExcluir
  9. Ah! Lendo sua descrição, lá em cima do blog, foi como descobri sua idade =}
    Eu também assisto muita série! Quais suas favoritas?
    Uma coisa, se você tiver como editar sua descrição, exageiros está errado. É exageros.
    PS: você não precisa aprovar este comentário.
    Beijo Girlie

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!