30 de nov de 2011

A salada de frutas do verão!

Pode ficar tranquila que não vou fazer nenhum post gigante falando sobre o quanto é bom comer frutas no verão, que são saudáveis, fazem bem para a pele e todo esse blá-blá-blá que todo mundo já sabe. O assunto nem é esse...
A maior aposta do verão é o tropicalismo. E ligado a isso, surgiram as estampas de frutas, as novas queridinhas dos editores de moda. Com uma pegada Carmem Miranda, essa estamparia é sempre colorida, cheias de vivacidade, um despretensioso chic que desafia toda esses clichês que os exagerados são sempre bregas. O verão não precisa passar leveza? "Fruitopia" é muito mais fresh que animal print!
Se no Brasil, que sobreviveu anos apostando na boa e velha coringa e zona de conforto estampa floral, pode considerar as frutas uma novidade fashion - no resto do mundo não foi. Prada começou a trend com suas estampas de bananas na coleção Spring Summer 2011. Depois apareceu Zac Posen com abacaxis, Stella McCartney com laranjas, Moschino com cerejas e limões.
Logo já apareceram as adeptas: Anna Wintour, a toda poderosa da Vogue, adorou as bananas que Miuccia colocou na coleção e Blair Waldorf diva já apostou várias estampas frutais. Alguém lembra do vestido mega estampado das cenas de Paris no inicio da quarta temporada? Cerejas Moschino! Depois teve a saia de limões Stella McCartney e outras.
Como elas costumam chamar atenção, combinar com outra peça forte pode ser a chave para o over. Prefira peças lisas e de tons não mt contrastantes. Além disso, como a estampa é bastante divertida, se pesar a mão está a um passo de cair na infantilidade. São muitos detalhes para cuidar? É mais fácil do que parece. Saladas de frutas não são feitas em sua maioria por cítricos? É misturar gastronomia com moda, baby! Não esqueça que vestidos, macaquinhos e tons neutros não tem erro e são bem mais simples. Só não tente usar duas peças com estampa mt forte num mesmo look - brega alert!
Acho fofo! As estampas de cerejas são minhas favoritas. O tropicalismo está com tudo e não vai sumir tão fácil, além de que a estamparia tem uma pegada natureba que dá ares de hippie, outra trend mega importante para esse verão!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

29 de nov de 2011

Ainda não te disse nada por Mauricio Gomyde

Ainda não te disse nada

"Ninguém mais escreve cartas hoje em dia", Marina pensava. Até que um dia uma caiu em suas mãos por engano e mudou o rumo de sua vida. Levou-a ao lugar que ela sempre sonhou. E a conhecer o amor do jeito que nunca imaginou, da forma mais improvável do mundo...

Autor: Mauricio Gomyde
Editora: Porto71
ISBN: 99788591184019
Páginas: 233
Nota: 
Comprar
Extra: Promoção

Já parou para pensar em cartas? Escrevê-las e recebê-las? Cartas mesmo, em papel de caderno e palavras escritas na boa e velha caneta? Eu sou uma pessoa que adora receber visita do carteiro (acho que todo blogueiro gosta), mas eu nunca recebo cartas propriamente ditas. Livros, produtos para review, marcadores... Mas cartas? Quem as escreve?

Marina tem 25 anos e é apaixonada por moda. Além de fazer faculdade na área, mantem um blog sobre o assunto e sonha em ser estilista famosa. Mas para sustentar esse sonho ela trabalha nos Correios, ao meio de encomendas e contas, tanto que fica surpresa ao ver uma mulher que toda semana postava cartas. Logo ela descobre que essa mulher mantem um serviço de cartas, ela é paga para escrever para as pessoas assinando como alguém do passado.

Mas fatalidade fazem uma dessas cartas caírem nas mãos de Marina, que se sente obrigada a respondê-la. Logo se vê perdida em cartas apaixonadas de Heitor e sua amada eterna, um casal separado pelo destino a quase 50 anos. Marina se torna a amada eterna, se apaixonando pelas palavras de Heitor, se envolvendo com cada carta que chegava. Viria dele, um senhor com o triplo de sua idade que nunca a viu, o romance que tanto sonha?

Ainda não te disse nada é um romance fofo e diferente, que foge do clichê príncipe-encantado-no-cavalo-branco. Para começar, o príncipe está dentro de um envelope - não mt fácil de achar. Enquanto lia, fazia ligações com o filme Cartas para Julieta, que tem uma história parecida, porém diferente em diversos pontos. Eu sou apaixonada pelo filme e a comparação não contou mts pontos para o livro. Aprenda comigo e nunca compare nada!

Marina não é minha protagonista preferida, mas não detestei ela. Ela não tem mania de perseguição, não lamenta da vida vinte e quatro hrs, mas é extremamente romântica - e isso cansa! Meus personagens preferidos são de segundo plano: Otavinho, o vizinho mais novo de Marina que adora dar em cima da vizinha "coroa", e Tiziano, o irmão despreocupado da protagonista. Uns amores e mt bem humorados!

A narrativa não é a que mais gosto, mas flui (tanto que cheia de coisas para estudar, li em um dia). Além disso, os personagens tem algumas tiradas mt boas que deu para rir bastante. Embora seja um romance, não chorei (eu já tirei minha cota do mês com Cidade de Vidro) - mas as palavras de Heitor são lindas!

Ainda não te disse nada não é cheio de temas típicos de romances - e esse é seu maior diferencial. Recomendo!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

28 de nov de 2011

Mostre o tornozelo!

Alguns dizem que é uma influencia mega feminina lá dos anos 50, outros já apostam na androgenia da alfaiataria e tudo que isso custou. Alguns dizem que é brega, mesmo que Paris tenha apresentado há várias temporadas e mantido desde então. Milhares de contradições perseguem o comprimento Cropped. Mas não se engane: mesmo com referencias diferentes de origem e procedência, a trend é forte e vai pegar no verão.
O Cropped é mais comprido que o Midi e, nas ultimas temporadas, teve seu apogeu em vestidos e saias, porém a aposta do verão é o modelo nas calças - mostrando o tornozelo. Givenchy, por exemplo, usou o modelo em sua ultima coleção, calças justas com cintura mais alta, até o tornozelo. Além de que modelos boyish ou cinquentinha estão ai a anos!
O maior mistério da tal calça é os tabus de mostrar ou não o tornozelo. Alguns dizem que engorda, outros que emagrece (olá, novas contradições!). A regra é clara: comprimentos entre o joelho e o tornozelo achatam a silhueta. Por outro lado, exibir as partes magrinhas do corpo, como o bendito tornozelo, passa uma sensação de magreza. Truques de styling são ótimos - mas nem sempre podemos levar ao pé da letra. Talvez usar sapato baixo com só o osso do tornozelo a mostra é a forma mais correta para alongar - mas regras foram feitas para serem desfeitas. Um simples detalhe que chame a atenção para cima já ajuda a disfarçar.
Como normalmente o modelo tem cintura mais alta, as blusas não podem ter mt volume. Sapatilhas e mocassins são os mais pedidos - embora um salto alto tenha seu valor! Meu complemento favorito é oxford - acho lindo com essa calça!
Uma folga para as skinnys e flares nesse verão - os modelos Cropped são de alfaiataria (e até jeans com barra dobrada - fica um amor), mas isso não implica que sejam formais ou algo do tipo. A graça é mostrar o tornozelo, essa parte que estranhamente tem um significado forte para a moda, principalmente nesse verão.
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

27 de nov de 2011

Essa Semana #9

Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura.

Vem comigo na minha semana literária...


♥ Leitura do momento:
A Maldição do Tigre - Collen Houck

♥ Li essa semana:
Uma noite no Chateau Marmont - Lauren Weisberger
Ainda não te disse nada - Mauricio Gomyde

 Resenhei essa semana:

♥ Super Posts:
Os sapatos da vez
Mega Promoção de Natal: SURPRESA!

 Ultima Compra: 
Meu presente de natal (Jogos Vorazes, Em Chamas, A música que mudou minha vida, Sociedade Secreta Rosa & Tumulo, Gente Famosa, Dezesseis Luas)!!!

 Desejo Comprar Urgentemente:

O presente de natal pro resto do povo!

Conversa imaginária com personagem fictício:
"Otavinho: Marley, Dylan ou Esponja?"

Eu falaria para o autor:  
"Lauren, me mostra seus sapatos!
"

 Estado de Espirito Literário:

Calculando a pilha e os dias de férias.

Literary Crush 
Quando não me apaixono por ninguém na semana, volto a lembrar de Jace e Patch <333333

♥ Feito da Semana: 

Alcancei a marca de 75 livros lidos esse ano \õ/ 

♥Queria ver no Brasil:

BlackFriday com descontos decentes.

♥ Im in mood for... (gênero literário do momento):

Sinceramente? Livros didáticos, pq né... [2]


Hey Mr, Postman (ultima coisinha que chegou do correio):
Círculo Secreto A iniciação - J.L.Smith


Super Quote: Não sei pq, diabos, ficou separado, mas...

" - Hum... É como diria Bob: 'Tem horas em que a gente deve absorver'.

- Bob Marley disse isso?

-Bob Esponja.

///

 - Como diria Bob: 'Baby, por favor pare de chorar' - emendou Otavinho, dando um leve soco no ar.

- Bob Esponja - Marina olhou seco para as duas.

- Bob Esponja disse isso? - Perguntou Francesca.

- Bob Dylan - respondeu Otavinho.

///

- Eu também. É como diria Bob: 'Saudade é um sentimento que, quando não cabe no coração, escorre pelos olhos'.

- Dylan ou Esponja?

- Marley." 
Ainda não te disse nada - Mauricio Gomyde - Páginas  109, 148 e 187 respectivamente.
 Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):
Leave the pieces - The Wrecklers (a música fofa do último episódio de Hart of Dixie que deixou até a Lemon simpatica)
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

26 de nov de 2011

Uma noite no Chateau Marmont por Lauren Weisberger

Uma noite no Chateau Marmont

Brooke e Julian têm uma vida tranquila em Nova York: ela sustenta o casal com dois empregos enquanto ele investe em sua carreira como músico. Finalmente, Julian é descoberto por um executivo da Sony e se torna um súbito sucesso, e suas vidas mudam para sempre. Os implacáveis paparazzi tanto insistem que conseguem emplacar uma foto escandalosa na imprensa - será que o casamento de Brooke vai sobreviver aos acontecimentos daquela noite fatídica no Chateau Marmont?

Autora: Lauren Weisberger
Editora: Record
ISBN: 9788501094292
Páginas: 492
Nota: 
Comprar

Quando minha visão de literatura era formada basicamente por Meg Cabot, Thalita Rebouças e J.K.Rowling, lembro de ter tentado ler Lauren Weisberger. Aos 9/10 anos, você não entende boa parte de um chick lit (Sophie Kinsela quem?) - mesmo que ele fosse a história do seu filme preferido daquela época (O Diabo veste Prada, no caso). Desisti duas semanas e cinquenta páginas depois. Nunca mais li nada de Lauren. Eis que surge a oportunidade de ler seu novo lançamento, Uma noite no Chateau Marmont, e acho que 5 anos depois a leitura se torna melhor.

Brooke e Julian são casados a cinco anos e desde sempre foi ela que os sustentou, correndo entre dois empregos enquanto o marido mantinha uma carreira musical mal sucedida. Quando a Sony fecha um contrata experimental com Julian, lançando um álbum do cantor, eles veem a chance de uma vida mais fácil, mais simples e mais financeiramente agradável.

E de repente, Julian se torna o novo ídolo americano, cheio de compromissos de imprensa, turnês e paparazzis. A vida do casal vira as avessas, todos querem alguma coisa, sejam shows gratuitos ou informações que dariam ótimas páginas em revistas de fofocas. Julian pode estar pronto para toda essa fama, mas talvez Brooke não.

Nós somos obcecados por celebridades. É verdade. É por isso que as revistas de fofocas e sites como JustJared fazem tanto sucesso. Mesmo que sem querer, a gente tem uma curiosidade natural sobre a vida das pessoas que admiramos. Porém, em algum momento você para e pensa como isso é para eles? Ter sua vida invadida por um bando de desconhecidos sedentos por podres seus? É isso que Lauren nos faz pensar, só que mostrando o outro lado da moeda.

Já imaginava que Julian se tornaria uma daquelas celebridades egocêntricas e fiquei surpresa em ver que não foi bem assim. Ele se tornou mais ocupado e desligado, mas não o suficiente para me fazer desgostar dele. Brooke, no entanto, não me conquistou nem convenceu como personagem principal. Ela se fez de vitima o tempo todo e quando realmente teve motivo, ignorou. Oi?

Achei o livro com personagens demais - e a boa maioria foi insignificante, só para ganhar páginas e confundir os nomes. Eu não entendi por que a Brooke não gostava dos pais de Julian - eu achei eles mt legais! Em compensação, personagens que podiam render mt mais, como a melhor amiga da protagonista, Nola, não passou de uma confidente-sem-conselhos-sábios.

Gostei, mas não amei. A história é boa, bem construída, bem narrada - mas não é aquele livro que te faz gargalhar ou mexe com você (provavelmente foi pq não simpatizei com a protagonista). Agora, cá entre nós, onde eu acho o sapato da capa?
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

25 de nov de 2011

Mega Promoção de Natal: SURPRESA!

Faltando um mês para o final da Mega Promoção de Natal (que já está com mais de 5000 entradas!), preparei uma nova chance extra! \õ/
Todos os comentários de novembro e dezembro valem novas entradas. Só que, detalhe, não é qualquer comentário. Sou bem chata quanto a isso. Os comentários só serão válidos quando fizerem sentido com o post, caso contrária a entrada será desclassificada. Somente divulgação ou um simples "ótimo post" não contam.
Boa sorte!

24 de nov de 2011

Lado Nix

Não sou fã de web séries #prontofalei. É difícil de acompanhar considerando que já assisto outras 14, segundo o Orangotag (add lá: GirlieP.). Mas esses dias eu estava dando uma olhada em alguns blogs que linkam o P&G e achei Lado Nix, uma websérie nacional bem criativa e diferente. Como ela toca bastante no mundo nerd e eu gosto de The Big Bang Theory - resolvi assistir, e no mesmo dia já tinha visto toda a primeira temporada. Ok, são cinco episódios. E, tá, eles tem 6 minutos - mas vamos considerar um grande fato!
Nix trabalha em uma loja de quadrinhos e sonha em publicar a graphic novel em que trabalha a um bom tempo, O Gorgole. Além disso, a série ainda fala dos clichês dilemas da adolescência. Levar um fora, se apaixonar por alguém que não quer você, além de ter uma arqui-inimiga e descobrir o que quer fazer da vida.

Lado Nix é entrar em um mundo de uma garota que cresceu tendo como referencia quadrinhos, games e filmes do anos 80 (e não os romances que são citados em Easy A, por exemplo). Sabe aqueles filmes nerds que tem espadas de neon que não sei o nome? Aquela é a base do mundo que Nix conhece - e, mesmo sabendo que a realidade pode ser bem mais cruel que um vilão qualquer, ela tenta colocar o máximo possível de fantasia no seu dia-a-dia.

A melhor parte da web série são os efeitos especiais - bastante trabalhados e muito mais convincentes que boa parte de séries renomadas internacionais (a.k.a. Teen Wolf). É legal ver um trabalho assim no Brasil - prova que o país ainda tem solução em termos de seriado. E esse é um ponto bom de tocar: além de Lado Nix, surgiu já faz um tempo outra web série, 3%, que sai completamente dessas produções cheias de apelo sexual e núcleos clichês que estamos acostumadas de ver no aqui. É uma luz no fim do túnel, produção?

Em compensação, a atuação é péssima! Eu adorei o sarcasmo da protagonista e acho que a atriz, Gabriella Di Grecco, consegue passar essa ironia. Mas só ela. Os outros atores, como os amigos e inimigos de Nix, são terríveis em frente as câmeras. É muito forçado!

Os episódios:
Vai ter segunda temporada em 2012, já que o final não convence mt. É ligeirinho, bom de olhar, eu gostei. Seriado favorito? NOT - mas quem sabe uma produção nacional que pode virar algo mais sério? Talvez os direitos para a MTV? Imagina só poder falar que você viu antes de virar sucesso? Pagar de cult? #gosteidaideia
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

22 de nov de 2011

Os sapatos da vez!

Sabe aquelas sapatilhas nude, scarpins pretos e botas caramelo? Toda aquela simplicidade dos sapatos clássicos e mais corretos da moda? Foram desafiados! Sapatos eternizados por Coco Chanel ou Christian Louboutin dão vez para outros modelos um tanto exóticos, por assim dizer.  Levando em consideração que o foco de uma produção não está mais somente nas roupas, os estilistas de calçados estão investindo cada vez mais na diversidade.

O toque especial pode vir do salto (wedge, quadrado, irregulares), da cor (alguns são estampados, de tons fortes, até mesmo neon), ou do material (que vão dos mais simples couros e camurças às mais estranhas matérias-primas). Quanto mais inovador o modelo, mais exclusivo e cobiçado ele é. Talvez seja só mais uma influencia de Lady Gaga - mas que essa ousadia tá pegando geral, tá mesmo.

Dos "novos clássicos" (ok, eles não são clássicos - talvez daqui a cinco gerações...) se destacam os três mais queridos pelas it girls: as Flats do Valentino, os Mary Jane Estampados da Miu Miu e as Lita Boots de Jeffrey Campbell. Estranhos na primeira, segunda e terceira vista - porém high fashion e, com certeza, hiper conceituais!

Flats por Valentino
 Confesso que por muito tempo torci o nariz para essas estranhas "sapatilhas com salto". Todo mundo sabe do meu problema com bico fino (ainda tenho, para deixar claro). Com o tempo - e milhares de fotos de it girls de Valentino Flats - depois, me adaptei ao sapato, mas só a versão sem salto. Como eu falei, é uma espécie de sapatilha de bico fino, duas ou três pulseiras com tachas e salto agulha pequeno e feio (felizmente tem sem salto). Ele dá a impressão de aumentar o pé e cortar a silhueta, ou seja, não é bem assim para ficar bem. O melhor? O preço: só 895 dólares! #sarcasm! É famoso, it, não é lindo, mas se você gostou existe vários inspireds brasileiros que fazem muito melhor a carteira!

Mary Jane Estampados por Miu Miu
 Só para deixar claro, o nome não é esse. Mas dá para ter certeza de uma coisa: mesmo que seja peça do desfile de 2010 - o sucesso não terminou ainda e não pode de jeito nenhum ser considerado last season. As andorinhas que estamparam a coleção Primavera 2010 da Miu Miu se tornaram o animal mais fashion do momento e estão presente nos sapatos da grife que ganharam diversas versões. Meia pata, salto quadradão e estilo bonequinha fizeram deste sapato o top fashion do verão - ganhando várias outras estampas que não só os pássaros. Animal print, flores ou clássicos poá são dos mais comuns. Zoe Hart usou um de oncinha dia desses. Como o preço não é muito amigo, várias marcas mais acessíveis já copiaram criaram suas versões!

Lita Boots por Jeffrey Campbell
Eu sou uma garota meiga. Sério! Amo saias de babados, rendas, cor-de-rosa e todas esses elementos mega femininos da moda. Mas isso não quer dizer que não surto por jaquetas de couro, lenços de caveiras e coturno. Esse modelo de Jeffrey Campbell é um dos maiores looshos da minha wishlist! De vários tons e estampas, é uma ankle boot com cadarço, mega meia pata e salto quadrado (mas não tanto quanto os da Miu Miu). E contrariando as espectativas: dizem que é muito confortável! Eu quero um preto! E um roxo. E um azul, um liberty, um de oncinha, um nude...
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

21 de nov de 2011

Looks: American Music Awards 2011

Enquanto a gente corre contra o tempo para sobreviver ao final de ano cheio de compromissos, leituras e séries atrasadas, e mais outros milhões de requisitos por cumprir, LA estava em festa ontem. Ok, só a parte diva da cidade. O AMA desse ano não teve Miley Cyrus, Lady Gaga ou Demi Lovato - mas os looks phynos (ou não) estavam lá!
Katherine Heigl tava muito diva de Roberto Cavalli e Jimmy Choo! O vestido preto contava com fenda nas pernas, decote longo e costas de fora - Demais? Talvez um pouco. O tecido era bem fluido, com as pontas em leves babados. As alças que seguiam no decote das costas eram totalmente em pedrarias que combinam com a sandália loosho!
Eu amei o vestido de Coltie Colleen, mas parece que já o vi, tipo assim, dois milhões de vezes! O corpete preto com correntes dando um ar rock que contrastava com a feminilidade da saia de babados rosa nude bem irregulares. A bota mais pesada também dava esse ar rebelde ao look. Alguém me explica o porque do chapéu? Sei que é tendencia usá-los nos EUA, mas numa premiação? Sério?
Bem cinquentinha, o vestido de Jenny McCarthy era de um roxo levemente metalizado, super tendencia. O tom não era dos mais femininos, o que tirava um pouco da lembrança ladylike da saia rodada. O busto era meio irregular, a gola que podia ser um toque a mais pareceu mal acabada (#bandidafeelings!) - mas é um detalhe bem pequeno. Só que a ankle boot com cara de clog ficou perdida - um mary jane ficaria tão mais certinho e fofinho!
Sarah Hyland usou dois looks, o meu preferido foi o que ela subiu ao palco para entregar um prêmio. O vestido pode parecer um color blocking com verde, amarelo, roxo, azul e cinza - só que de perto tem uma leve estampa. Achei fofo - além de que mullet é divo!
A top model Anne V tava toda trabalhada no vermelho rendado. Com transparências no colo, mangas e um pouco da barra - o vestido é tendência! Amei a meia-pata *-*
Taylor Swift não muda nunca sua marca de sucesso! O longo nude Reem Acra com bordados dourados é mt parecido com outros vários que ela já usou (e não querendo me gabar pelos meus dons de vidente, ela ainda usará). A unica diferença é que ela mudou os cachos com coque-corte-Chanel por um preso lateral bem lisinho. Adorei o contraste com o brinco de esmeraldas.
O vestido de Julie Bowen pode ser simples, mas é phyno (e qual mini vestido de manga longa não é? os drapeados...). O brilho dos paetes nos vários tons neutros deu um efeito ao mesmo tempo tricot e metalizados - achei loosho!
Ok, o vestido Giles de Heidi Klum pode não ter sido o mais lindo da noite, muito menos o mais elegante - mas gostei da pegada futurista com tecido duro e silhueta evasê. Os vazados deixaram transparentes demais - dava pare ver a lingerie preta.
#Fail: Jennifer Hudson
RI ALTO! O vestido de lamex prata é o típico modelo excessivamente brega! É feio, vulgar, com cara de funkão! Nem o Loubotin divo salvou, amiga!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

20 de nov de 2011

Essa Semana #8

Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura.

Vem comigo na minha semana literária...


♥ Leitura do momento:
Julieta Imortal - Stacey Jay
Uma noite no Chateau Marmont - Lauren Weisberg

♥ Li essa semana:
Qual seu número? - Karyn Bosnak
Com Louvor - Cecily von Ziegesar

 Resenhei essa semana:

♥ Super Posts:
Sorteio: Ainda não te disse nada (+ iPad 2)

 Ultima Compra: 
Não lembro.

 Desejo Comprar Urgentemente:

Envelopes... E um iPhone.

Conversa imaginária com personagem fictício:
"Sustentar marido, Brooke? Sério?"

Eu falaria para o autor:  
"Cecily, querida, já pensou em ser literalmente fofa?
"

 Estado de Espirito Literário:

Precisando de férias!

Literary Crush 
NADA

♥ Feito da Semana: 

Terminei a primeira temporada de Teen Wolf e The Glee Project e a quinta (pelo menos os exibidos) de The Big Bang Theory. Vem me chamar de atrasada agora, Orangotag!

♥Queria ver no Brasil:

Box de Pretty Little Liars. E dia ação de graças - o feriado mais americanizado do mundo!

♥ Im in mood for... (gênero literário do momento):

Sinceramente? Livros didáticos, pq né...


Hey Mr, Postman (ultima coisinha que chegou do correio):
Vidas Secretas - Gabriella Poole


Super Quote:

" Na faculdade, você é livre para fazer o que bem entender, ou quase isso. Você pode, se quiser, comer Doritos no café da manhã, não pentear o cabelo, usar o mesmo jeans um mês sem lavá-lo, dormir o dia todo, matar aulas e ficar acordado a noite toda. Pode não passar fio dental. Pode ter um hobby perigoso que apavoraria sua mãe, como asa-delta ou colher cogumelos silvestres. Mas a liberdade absoluta é um conceito assustador. Sem alguma autoridade compassiva, reina o caos. Você precisa saber que alguém está prestando atenção e que você será advertido, se não punido, por cometer suas faltas."
Com Louvor - Cecily von Ziegesar - Página 117
 Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):
Lemonade Mouth
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

18 de nov de 2011

Com Louvor por Cecily von Ziegesar

Com Louvor por Cecily von Ziegesar

Shipley é sinônimo de boa moça. Nunca faz nada errado, tem uma boa relação com sua família e entrou para uma boa faculdade. Além de tudo, é linda, loura e, surpreendentemente, virgem. Decidida a se transformar, ela já chega ao campus da Dexter College com um maço de cigarros na bolsa, um chiclete na boca e na primeira noite conhece mais três calouros. De alguma maneira, eles acabam se um grupo nada homogêneo de amigos. Logo todos irão perceber que a faculdade é muito mais do que créditos e notas e que será preciso desrespeitar algumas regras para se divertir muito!

Editora: Galera Record
ISBN: 9788501086334
Páginas: 313
Nota: 
Comprar

Imaginar Cecily von Ziegesar longe de Nova York já é bastante difícil - mas não tanto, já que It Girl a história se passa em um colégio interno retirado da cidade. Mas em Com Louvor, além de ter como cenário o Maine - a época é 1992, sem internet, sem blogs, redes sociais, conversas de bate-papo e torpedos. É um jeito diferente de abordar uma velha temática conhecida da autora: elite adolescente problemática!

Shipley cansou de ser a garota doce e inocente para superar a rebeldia do irmão mais velho desaparecido, então quando chega a Universidade Dexter, longe dos pais e de tudo que considerava seu porto seguro, ela quer ter todas as experiencias que ainda não teve, como diz o próprio lema do lugar: Conhece-te a ti mesmo.

Logo ela conhece Eliza, sua colega de quarto zero phynesse, Nick, o hippie, Tom, o mauricinho, e os irmãos Gatz, Adam e Tragedy. Mesmo não companheiros inseparáveis, eles formam um círculo e juntos pretendem revirar a universidade (mesmo não estudando nela, caso de Tragedy que ainda está no ensino médio) e, principalmente, saber quem eles realmente são.

Nunca fui muito fã de Cecily. Conheço seu trabalho a muito tempo, da época que lia Gossip Girl e não via o seriado. A adaptação para TV me conquistou e desgostei dos livros, já que o que os roteiristas fizeram ficou muito melhor que a obra original. Eu li It Girl (volume 3 e 4 - sim, eu comecei no 3) e gostei, mas não amei. Com Louvor foi a mesma coisa: eu gostei, mas não é meu livro favorito e não está no top 30.

Shipley foi complicada de entender - é uma personagem bastante complexa e um tanto bipolar. Em toda sua vida foi um exemplo de garota perfeita e foi só ir para a faculdade e antes mesmo de chegar já tinha começado com hábitos completamente novos para ela, como mascar chiclete e fumar cigarro. As vezes isso confundia e você não sabia se tinha vestígios da velha Shipley ainda nela.

Sem querer acabei ligando os personagens de Com Louvor com os de Gossip Girl. Os mais óbvios seriam Adam e Tragedy, os irmãos Humphrey Gatz - sem o mesmo estilo de vida dos colegas, sem popularidade, mas entre os tops. Eliza seria uma versão mais pobre mas não menos atrevida de Serena. Nick tem o mesmo semblante sem graça de Nate. Shipley seria Blair, menos malvada e um pouco menos inocente. Chuck (*-*) foi o mais difícil de ligar com Tom, mas o jeito mauricinho foi um dos pontos mais fortes.

O jeito ácido de escrever de Cecily continua firme e forte. Não é nenhuma narrativa doce e calma - é fluida, porém pesada. Sinceramente, não sou fã de muito palavrão em uma mesma página - muito menos em uma mesma sentença. O humor é afiado, como citou a Seventeen, e a autora conhece o mundo de dentro dele - fez parte da elite.

Para os fãs de Cecily e de Gossip Girl (livros), esse é um que não pode deixar passar longe da estante. É bom, cheio de intrigas e romance - e só não considero melhor por não ter aquela narrativa leve que gosto mais. De qualquer modo, se for seu estilo amigas+fofocas+intriga+romance, leia!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

17 de nov de 2011

Sorteio: Ainda não te disse nada (e iPad2!!)

Se não bastasse a Mega Promoção de Natal (aqui), hoje começa outra por aqui. Mauricio Gomyde, autor parceiro do blog, está lançando um novo livro, Ainda não te disse nada, e mandou livro para sorteio no P&G - além disso, ele também está sorteando um iPad 2 para quem participar da promoção #PapaiNoelFeelings!
Regras:

  1. Ser seguidor público do blog;
  2. Deixar um comentário neste post validando a participação;
  3. Seguir o autor no twitter clicando aqui;
  4. Curtir a página do autor no facebook clicando aqui;
  5. Ter endereço de entrega no Brasil;
  6. Preencher o formulário aqui.
Chances Extras:

" #Sorteio Quero saber o que a @GirliePoderosa e o @mauriciogomyde vão me dizer com "Ainda não te disse nada"!"
Para concorrer ao iPad clique aqui. Ele será sorteado pelo autor entre todos os participantes de todos os blogs parceiros no dia 15/01/12. Já o resultado do sorteio dos livros será dia 22/12/11, sendo que dá para se inscrever até as 23:59 do dia 21/12/11. Boa sorte!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa