15 de nov de 2011

Qual seu número?

Qual seu número? por Karyn Bosnak


Delilah Darling tem quase 30 anos e já se relacionou com 19 rapazes. Sua vida sentimental não tem sido exatamente brilhante, pois todo cara que conhece parece fugir do relacionamento. Quando lê uma matéria no jornal em que a média de homens para uma mulher de 30 anos é de 10,5, fica desesperada e assustada por estar muito acima dela. Além de tudo, o artigo no jornal terminava falando que, se a mulher tivesse o número acima dessa média, seria impossível a pessoa certa. Na tentativa de não aumentar seu número e perder de vez a chance de se casar, Delilah sai à procura de seus antigos namorados e tenta reconquistá-los. Será que um deles estará disposto a esquecer o passado e começar uma linda história de amor? Qual Seu Número? revela os segredos de cada mulher e prova que, quando se trata de assuntos do coração, números são apenas uma fração de tempo.


Editora: Novo Conceito

ISBN: 9788563219893
Páginas: 414
Comprar

Depois que terminei Cidade de Vidro (já leu - e comentou - a resenha? aqui), eu fiquei necessitada de um chick lit - sem chance de continuar Julieta Imortal #romanceNOT. Dentre vários escolhi Qual seu número? da Karyn Bosnak, lançamento recente da Novo Conceito que inspirou o filme homônimo, estrelado por Anna Faris e Chris lindo Evans.

 Delilah já passou da média nacional de relacionamentos. Se mulheres com 30 anos devem ter namorado somente 10,5 homens, Delilah está em 19, ou melhor, 20. É fato, ela é fácil. E na mesmo reportagem que lê sobre a tal estatística, descobre que quem tem um número maior também tem uma probabilidade menor e quase inexistente de encontrar o homem de sua vida. Pronto, Delilah enlouqueceu.

Na tentativa de achar seu futuro marido e não aumentar ainda mais seu número, ela parte em busca dos antigos namorados, com a ajuda do lindo vizinho irlandês, Colin, que é detetive particular. Entre padre, decepções, caipiras, imaturos e outros vários casos, Delilah tem mais que uma viagem de reencontros - tá mais para autoconhecimento.

Com a quantidade excessiva de compromissos do colégio (é rotina em todo post pedir férias agora?), a leitura foi bem devagar. Eu não tinha expectativa com a história, mas esperava bastante da narrativa. Não achei muito a cara da Novo Conceito lançar um chick lit que realmente honrasse o gênero (a editora tá mudando, né? *-*), mas com todas as criticas positivas do filme fui nele, e não me arrependi, gargalhei demais! Enquanto lia, eu criei a playlist minuscula, mas com sentido: Lady is a tramp (Glee Cast) e Last Name (Carrie Underwood).

Delilah é uma ótimo protagonista, é decidida, maluca e não tem problema com negação sobre si mesma. Sabe aquela personagem que fica o tempo todo dizendo que não é tal coisa que tá na cara que ela não é? Não é Delilah! Ela admitia que era uma mulher fácil - e bem frequentemente. Só que a facilidade que ela foi influenciada pela reportagem e pelos outros acabou me irritando. Ok, eu deixo passar.

Confesso que fiquei com medo da versão do filme. A melhor parte do livro foi o flashback de como era o namoro dela com Wade, o 14. Ele tinha mania de mimicas e a família dele também (eu do risada só de lembrar) e a parte é hilária, mas não muito relevante e provavelmente foi cortada do filme. Mas pelo lado positivo, Colin acompanha Delilah na sua viagem - e se tem mais visões do irlandês (que não tem cara de irlandês, só para constar). Outra coisa que foi o cúmulo da idiotice for ter mudado o nome da protagonista por Ally. Oi?

Ótimo para rir, Qual seu número? é um chick lit que tem que ter na estante para aquela hora de depressão - ou como foi para mim - vazio-por-falta-de-Jace. Todo mundo tá falando que o livro é bem melhor que o filme - quero ver logo! Prepare-se para conhecer cada canto dos Estados Unidos com Delilah e sua yorkshire abandonada no porão do pet shop!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

3 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Girlie! Estou ansiosa para ler Qual Seu Número! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?

    Que concidência, também acabei de ler Cidade de Vidro, que simplesmente amei, só que ao invés de ingressar em um livro mais relax, eu comecei a ler Sereia e, como não estou curtindo muito, acho que também vou começar a ler Qual seu Número. Parece ser muito divertido esse problema de relacionamentos que ela tem, rs.

    Beijos, Caah.

    Open Mind - http://openmindbook.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece ser muito bom!!!
    Todo mundo dizendo que é divertido e tudo mais..não vejo a hora de ler o meu!!!!!
    Quero ver o filme tb!!!!

    bjus

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!