15 de jul de 2011

Beijada por um anjo 2: A Força do Amor

A Força do Amor por Elizabeth Chandler (Beijada por um anjo #2)


"Sei que o perdi... Tristan está morto. Jamais poderá me abraçar novamente. O amor termina com a morte." Ivy Quatro semanas se passaram desde o acidente em que Ivy Lyons perdeu Tristan, o grande amor de sua vida, e deixou de acreditar nos anjos. Os dias têm sido difíceis e para superá-los Ivy busca forças na família e nos amigos. Sua grande motivação agora é ensaiar para a apresentação de piano no Festival de Artes de Stonehill, já que Suzanne, sua amiga de infância, pensando em animá-la, fez a inscrição, mesmo contra a sua vontade. Ainda sem saber lidar com os seus poderes angelicais, Tristan Carruthers conta com a ajuda de Lacey - um anjo mais experiente - para aprender a tocar nas pessoas, canalizar energia e voltar ao passado. Assim, os dois partem na busca por respostas para o acidente, por uma maneira de Ivy sentir Tristan e, principalmente, de mostrá-la que o acidente foi, na verdade, um assassinato. Todo esforço de Ivy para superar a perda de Tristan é interrompido por pesadelos que a fazem reviver o dia do acidente e se misturam com fatos do dia do suicídio de Caroline, ex-mulher de Andrew, marido de sua mãe. O temor de Ivy é acalantado nos braços de Gregory, seu irmão adotivo. Angustiado pelos contínuos pesadelos da amada, Tristan decide que é a hora de fazer contato e segue seu objetivo com a ajuda de Lacey. Mas como aproximar-se de Ivy se ela não mais acreditava em anjos e ele agora era um? O amor que os une será o canal para Tristan se aproximar de Ivy e alertá-la sobre as pessoas que estão ao seu redor. Será que todos em que ela confia são realmente seus amigos?


Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788563219176
Páginas: 233
Comprar
Livros Anteriores: Beijada por um Anjo
---------------------------- Hei, tem spoillers!!!

Eu não colocava muita fé em Beijada por um Anjo 2 - A Força do Amor. E não era só pelo título pra lá de piegas. O primeiro livro da trilogia tinha sido chatinho. A história tinha todo o clima típico de High School, uma história muito previsível, até Tristan morrer. Não sei qual a pior parte: o óbvio ou a morte do protagonista. De qualquer modo, eu não esperava muita coisa d'A Força do Amor e acabei me surpreendendo.

Tristan morreu e Ivy ainda tem pesadelos com a noite no acidente. Quando novos detalhes começam a se formar, novos mistérios vão entrando na história. Mas Tristan, que agora é um anjo, sabe que não foi um acidente "acidental" e que tem muita história por trás. Só que ele não pode protege-lá, então quem cuida dela é o irmão adotivo, Gregory, que está envolvida com a melhor amiga de Ivy, Suzanne.

Como eu disse, eu comecei o livro já achando que ia ser uma água com açúcar, sem graça, sem sal. Mas o mistério que envolve a morte de Tristan, as tentativas de assassinato de Ivy e o suicídio de Caroline, mãe do Gregory, acabam dando ação na história, deixando-a instigante, envolvente e interessante.

Nesse livro, Tristan é irritante. Mesmo morto, ele é possessivo quanto a Ivy, como se ninguém mais pudesse se apaixonar pela garota e ela não pudesse mais se apaixonar por ninguém. Tudo bem que é meio exagerado a quantidade de caras que caem aos pés de Ivy. Tem o Tristan, o Gregory, o Will... O relacionado dela com o irmão postiço é legal e fofo. Ele vive em meio a love games com a melhor amiga dela, mas dá para sentir uma atração maior com Ivy, pelo modo de como ele é carinhoso, atencioso e preocupado com a "irmã". Não é nada meloso.

As melhores partes do livro são as que Lacey, a amiga anjo de Tristan, está presente. Ela foi uma estrelas de televisão famosíssima e é muito engraçada. Nem um pouco preocupada em completar sua missão para poder subir aos Céus, Lacey zoa com todo mundo, faz pegadinhas... Sabe aquela pessoa que perde o amigo mas não perde a piada? Justamente.

Falando em amigos, senti falta do Gary, melhor amigo do Tristan quando ele estava vivo. Ele não aparece em momento algum no livro. Gostava dele, embora fosse um personagem secundário (terciário).

De qualquer modo, a diagramação do livro é linda, só que um pouco confusa. As mudanças de ponto de vista, lugar e data passam de uma linha para a outra, as vezes você se perde. Eu adorei o livro, muito melhor que o primeiro e não vejo a hora de ler Almas Gêmeas, porque o final deixa um super gosto de quero mais e milhares de dúvidas que antes eram certezas.

Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

Um comentário:

  1. Ola!!!
    A nova moda: Anjos!!eu surtei com Sussurro(ainda querendo ler Crescendo). Então sempre achei que esta trilogia seria muito boa, só que em alguns blogs sempre li resenhas falando da "lentidão" da leitura do primeiro livro, mas que o 2° era um pouco mais agitado. E vi que é realmente pela sua resenha, fatos vivem acontecendo sempre rodeado de mistérios o que faz agussa nossa curiosidade em saber quais serão os caminhos tomados por nossos personagens, ou que rumo irá levar este história.Na questão do romance é meio complexo pq o par romantico de Ivy, morre logo de cara, que triste e Tristan vive querendo toc-la,senti-la e não podendo se frustra e fica nesse lenga-lenga de amor platônico, é complicado para uma romantica como eu. Mas enfim quero ainda ler a trilogia para assim tirar minhas conclusões. Amei a resenha.
    Bjos!!
    http://palavrasproliferas.blogspot.com/

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!